Me constranja com teu amor Yeshua
Á
Átrio dos Gentios
Removendo a poeira secular
     
 
" ...Mas Deus no-las revelou pelo seu Espírito; porque o Espírito penetra todas as
coisas, ainda as profundezas de Deus..."

                                                                                                         1 Co 2, 9
 
     
 
Três ações úteis ao seguidor de Mashiach

Nos primeiros três séculos após Mashiach, cristianismo era sinônimo de morte, quando o risco
desta morte desapareceu, a fé teve que ser adaptada, alguns, como estratégia, começaram a se
isolar do mundo (se antes a fé cristã era perigosa ao que cria, agora era o próprio cristianismo seu
pior perigo, basta ver os “mosteiros do deserto”), na sequência, começaram os autoflagelamentos,
uma tentativa, sem fundamento bíblico, de impor o rigor que a mensagem de Mashiach propunha.

Outras fases vieram ao cristianismo, até atingir "a perfeição" em dois estádios, o reino feudal do
catolicismo (e seu amor cortês) e o sonho burguês no protestantismo (e seu amor romântico), que
agrada a cristãos de todas as religiões e de tanto sucesso, agrada a quase todas as outras
religiões, mesmo que, ou sobretudo, esvaziado do Seu principal protagonista e mentor.

E como escapar desta armadilha hoje?

Não é a melhor forma, mas é uma forma possível, ou melhor, uma forma de começar o resgate, de
criar coragem. Seria a etapa 1, pois ainda está distante do caminho, a proposta aqui, portanto,
não é simplesmente entrar no caminho (quem me dera fosse valoroso assim), pois as chances de
não se conseguir e abandonar o verdadeiro caminho é “muito” grande.

A proposta, portanto, é uma fase de preparação da alma, uma forma de agir que visa minar o
burguês mimado que você e eu somos.

Primeiro, aja como a mulher cananéia inoportuna de Mt 15

Passe o dia pedindo a atenção de Mashiach, peça, se necessário o dia inteiro, todos os dias da
tua vida, até que você consiga olhar a si mesmo em “apuros de morte”, para que Ele entre em teu
coração, que Ele ande com você, que Ele, sobretudo, tenha misericórdia de você, miseráveis
homens que somos... "Quem nos livrará deste corpo de morte".

Não dê descanso a sua alma (como em Provérbios 6, 1 a 5 - impressionante, se olharmos por este
contexto), não se iluda com a tua salvação. Se você fosse salvo, você ficaria constrangido com o
amor de Yeshua de tal maneira que tua vida não teria valor algum a ti mesmo, seu mundo burguês
seria um pesadelo, você desprezaria a si mesmo. Creia, não se iluda. Há muito deixei de acreditar
em minha própria salvação e, por estranho que pareça, isto foi uma espécie de esperança de
salvação, só busca o médico quem se considera doente, isto já disse Yeshua, em uma pérola de
ironia e provocação, como só Ele soube fazer.

Hoje, eu começo a ter consciência de minha cretinice, estou entre os piores entre os cretinos.

Segundo, comece a “sabotar” teu orçamento.

Não fique com nada que não te pertença (e creia, de direito, nada temos), antes de ser santo aos
teus olhos, deixe de "roubar", pague todas as tuas contas, dê ao que te pede, administre bem teus
recursos, não gaste com bobagens (que é uma forma de dizimar para o inferno).

Administre seu próprio dízimo, seja generoso, “vá” no bruto e arranque, no mínimo, dez por cento.

Se achar cômodo e confiar na tua igreja, entregue lá, mas o ideal é que você mesmo dispense os
recursos de forma a aparar os desequilíbrios deste mundo, assuma a responsabilidade por esta
administração, para que escolher o caminho fácil?

Escolha boas causas, causas que permitam às pessoas sair de alguma condição miserável, seja
física ou espiritual; em nosso caso brasileiro, a física é inevitável. Dizimando há mais de dezesseis
anos e há três administrando pessoalmente este, posso dizer, você não fica pobre, pelo contrário,
a preocupação pode até se inverter. Afinal, lembre-se, se você tem um real, você será cobrado
naquele dia pelo teu real, se você tem mil, você será cobrado mil vezes. "A quem mais foi dado,
mais será cobrado" (não é nada que você já não conheça).

Terceiro, programe sua morte

Esta é parte mais difícil e a mais importante, comece a se enamorar de sua morte, comece a
sonhar com perseguições, com tortura e tudo mais. Faça disto o objeto de seus planos.

Loucura minha? Então releiam o Novo Testamento, Yeshua passou boa parte do tempo tentando
“por na cabeça” dos Seus bons discípulos Sua proposta, não foram apenas os escribas e fariseus
que “não entenderam” o que Yeshua falava. Ninguém entendeu!

A diferença é que depois, por causa da atmosfera sufocante do mal, os discípulos compreenderam
finalmente as coisas e começaram a amar mais a morte que suas próprias vidas, fazendo a
mensagem desagradável e inviável de Yeshua tomar conta de todo o mundo ocidental da época e
do qual somos herdeiros e beneficiários.

Isto é o verdadeiro “cristianismo”, o resto é religiosidade, tagarelice e até tapeação.

Antes que este texto pareça insano em demasia, mas se é, então você deve rever sua
autodenominação e romper com o “seu Jesus” de uma vez por todas. Pois está é a Sua
Mensagem.

Um dia, na presença de um grupo de ouvintes, Yeshua disse estas coisas de uma maneira
bastante poética, ao ouvirem isto, muito foram embora, Yeshua, olhando para Seu grupo íntimo,
perguntou se eles também não queriam ir junto com os demais. Eles não foram e começaram a
mudar o mundo.

Se você ainda não “foi embora”, fica, por fim, mais uma recomendação de Yeshua. “Chorem por
seus filhos”, inculquem isto a eles, deixe esta herança, as chances deles conhecerem dias difíceis
são maiores que as nossas, que já vivemos um tanto.

Há dois mil anos as pessoas se perguntam quando serão estes dias, e posso dizer que muitos
apocalipses ocorrem neste período (pois é a atmosfera do mal que move o coração do salvo, daí
Deus permitir tais coisas). Começou, como já disse, com os próprios discípulos, que, de início,
sonhavam com o Reino de Deus na terra e descobriram que este Reino estava em outro lugar,
assombrosamente dentro deles.

E considere que, mesmo em épocas mais amenas, todos passaram por este desfecho, afinal, a
morte nada mais é que um “apocalipse pessoal”.

Há muitas outras referências, do próprio Yeshua, mas, se duas "testemunhas" não bastam, não
será a repetição destas que bastará.

Lembre-se, não temos tempo, em absoluto, porque este simplesmente não existe, exceto em
nosso “sono”.

Marcos Mingra
 
     
Todos os Direitos Reservados
É permitida a reprodução do conteúdo deste "site" desde que citada a fonte.
Pede-se, ainda, enviar informações sobre esta citação ao Átrio pelo e-mail: acesso.atrio@gmail.com.
  • cartier bracelet replica
  • cartier love bracelet replica
  • cartier love ring replica
  • cartier love bracelet replica
  • cartier love bracelet replica
  • christian louboutin outlet online
  • christian louboutin outlet online
  • christian louboutin replica
  • christian louboutin replica
  • christian louboutin outlet online
  • cartier bracelet replica
  • cartier bracelet replica
  • cartier bracelet replica
  • cartier bracelet replica
  • cartier bracelet replica