Me constranja com teu amor Yeshua
Á
Átrio dos Gentios
Removendo a poeira secular
     
 
" ...Mas Deus no-las revelou pelo seu Espírito; porque o Espírito penetra todas as
coisas, ainda as profundezas de Deus..."

                                                                                                         1 Co 2, 9
 
     
 
Paraíso e ansiedade

Apesar de todas as especulações, artigos de fé são questões pessoais, cada qual tem sua
jornada espiritual e deve fazer suas próprias descobertas. Algo que intriga a imaginação humana,
que resolve todos os conflitos, sobretudo os de perda, é a questão do paraíso, cada religião tem
sua própria concepção. No ocidente, temos esta visão de um paraíso com anjinhos tocando harpa
e uma "calma" sem fim, talvez até exasperante.

Bom, eu também tenho minha formulação, eu procuro sinais do paraíso aqui mesmo, com os
elementos que eu conheço e vivencio. Penso que as volições humanas, seus desejos e buscas
são sempre em torno de resgatar o paraíso perdido. Entre as volições, ou vontades, duas são
claras para mim. Chamarei aqui de ansiedade tecnológica e a segunda de ansiedade física.

Ansiedade tecnológica

Apesar de não exclusiva à nossa geração, esta ansiedade tem podido se satisfazer de um modo
único nestes 10, 20 anos, esta se baseia no desejo de romper distâncias, de derrubar barreiras de
tempo e espaço. Além das facilidades de transporte, o mundo virtual é uma boa representação do
paraíso. As oportunidades de acesso a pessoas (comunicação) e a informações.

Ansiedade física

Todos nós estamos o tempo todo buscando conforto e prazer físico, imagine todas as nossas
vontades, o bem estar da sensação de estar alimentado, de acordar bem disposto, de um sono
relaxante, de estar sonhando um bom sonho, de fazer necessidades fisiológicas, das sensações
antes, durante e depois de uma relação sexual. E ainda, a sensação de um dia agradável, sem
estresse, a sensação de paz, estar amando ou apaixonado.

Enfim, junte todas estas e outras boas sensações e imagine-as ocorrendo continuamente com
leves variações entre estas.

A isto alguns teólogos chamam de plenitude, ou seja, a plenitude de tudo aquilo que é
intrinsecamente nosso, mas que ficam adormecidas e nos enervam, por vezes, por serem
intermitentes e as vezes exigir muito empenho para alcança-las.

Bom, é uma teoria, mas a possibilidade de vivenciar a plenitude das potencialidades humanas é
um forte estímulo para não perder o foco.

Nestas horas, vale a lógica de Blaise Pascal, se eu estiver certo, ganho tudo, se estiver errado,
não perco nada.

É claro que a contrapartida ao exposto acima também deve ser cogitada.


Marcos Mingra

Seria possível acrescentar a Ansiedade Afetiva, o senso de completude, fica para outro texto.
 
     
Todos os Direitos Reservados
É permitida a reprodução do conteúdo deste "site" desde que citada a fonte.
Pede-se, ainda, enviar informações sobre esta citação ao Átrio pelo e-mail: acesso.atrio@gmail.com.
  • cartier bracelet replica
  • cartier love bracelet replica
  • cartier love ring replica
  • cartier love bracelet replica
  • cartier love bracelet replica
  • christian louboutin outlet online
  • christian louboutin outlet online
  • christian louboutin replica
  • christian louboutin replica
  • christian louboutin outlet online
  • cartier bracelet replica
  • cartier bracelet replica
  • cartier bracelet replica
  • cartier bracelet replica
  • cartier bracelet replica